Compliance Trabalhista

  • 07/jan/2020

Demonstrar as estratégias para evitar passivos trabalhistas por meio de técnicas de Compliance Trabalhista. Aprender como lidar com a equipe para evitar acidentes de trabalho; ressaltar a importância dos registros dos atos dos colaboradores pelos gestores; descrever quais são os documentos indispensáveis ao Compliance Trabalhista e aprender a eliminar riscos de passivos trabalhistas.

Vagas Limitadas

Dia: 12/02/2020

Horário: 8h30 às 17h30

Obs.: Intervalo de uma hora para almoço, sendo que este investimento é de responsabilidade de cada participante.

  • O que é Compliance Trabalhista?
  • Como funciona?
  • Quais as áreas envolvidas?
  • Compliance e reforma trabalhista;
  • Técnica de Compliance;
  • Política de advertências;
  • Código de ética e conduta;
  • Regulamento de empresa;
  • Canais de denúncias;
  • Necessidades de relatórios e avaliações de desempenho;
  • Treinamentos e consultorias preventivas;
  • Evitando acidentes de trabalho;
  • Tipos de acidentes de trabalho;
  • Evitando assédio Moral;
  • Limbo previdenciário;
  • Evitando reversões de justa causa;
  • Importância das filmagens e gravações;
  • Atestados médicos (atestados falsos, médicos particulares e ordem de apresentação, CID, prazo de apresentação e outros detalhes importantes);
  • Lei 9029/95;
  • Jornada – riscos por entendimentos de inconstitucionalidade de banco de horas individual e jornada 12 por 36 trazidos pela Reforma Trabalhista;
  • A importância da negociação coletiva (acordos e Convenções Coletivas) com a Reforma Trabalhista e estratégias de prevenção de passivos por meio desta negociação;
  • Rescisão Trabalhista e novos acordos;
  • Por que ações de Compliance Trabalhista estão se tornando urgentes e imperativas?

RODRIGO DOLABELA, Especialista nas áreas trabalhista e previdenciária, segurança e saúde do trabalho; Graduado em Direito; Instrutor de cursos, palestras e treinamentos; Professor universitário em cursos de Pós-Graduação e Graduação; Empresário; Autor de vários artigos jurídicos, com destaque para “A Inconveniência do Aviso Prévio Trabalhado na Rescisão, considerado como jurisprudência selecionada do TST – Tribunal Superior do Trabalho”.

Investimento do associado: R$ 190,00

Subsídio SICOOB Centro-Oeste 100% do valor do investimento

 

Compartilhe: